Arquivo do autor:thaiscorrea

Pouco tempo, muita informação

No segundo e último dia da oficina tudo ocorre como esperado, sala cheia, muito trabalho e concentração. Os ministrantes Thiago Caldeiras e Fábio Seletti deram continuidade à tarefa do primeiro dia e os alunos, que trouxeram fotos e vídeos de casa, passaram a manhã toda compenetrados na edição.

Para a aluna do 3° período de jornalismo, Gerliane Mendes, a oficina foi ótima, “pois motivou os alunos a atuar nessa área e os deixou mais independentes também. É muito bom quando se tem o domínio das ferramentas básicas, como as que a oficina passou para os alunos, para que possam trabalhar sozinhos com edição”.

Perdendo o receio

Mesmo durando apenas dois dias, a oficina proporcionou uma base significativa das técnicas de edição de vídeo aos alunos. Segundo Seletti, o resultado foi positivo ao passo que a maior dificuldade foi fazer com que os alunos entendessem o Adobe Premier, perdendo o receio do programa. Sobre a experiência de ministrar uma oficina pela primeira vez e a vantagem do trabalho em dupla, completou: “ É importante dividir o trabalho. A aula rende mais, principalmente para os alunos.”

Texto: Thaís Corrêa

Oficina de edição de vídeo prende atenção dos alunos no 1º dia da Secom

Thiago Caldeiras, formado em jornalismo pela UFV e operador nos estudos de rádio e TV na UFOP, apresentou hoje pela manhã a primeira parte da oficina de edição de vídeo. Era nítida a expectativa dos alunos para a aula, que aconteceu em uma sala toda equipada com iMacs.

Caldeiras se apresentou e passou de início algumas instruções para os participantes, que logo ficaram visivelmente entretidos. A oficina, que durou a manhã toda, contou também com a participação do aluno Fábio Seletti, que tirou dúvidas e deu dicas sobre a edição. Ambos exibiram técnicas e efeitos acerca do assunto, fazendo da aula muito abrangente.

João Victor Câmara, do 2° período de Jornalismo, contou que espera aprender a lidar com vídeos com a experiência da oficina, pois é essa a área que deseja seguir. Completou dizendo que, apesar de só durar dois dias, o curso parece ser bem bacana.

Por vontade própria

No final da manhã, Caldeiras contou em uma breve entrevista que nunca trabalhou com algo desse tipo, mas que se voluntariou pois no futuro pretende atuar mais próximo ainda da área de operação em estúdios audiovisuais. E disse aproveitar também que esta oficina é uma novidade na Secom.

                                         

 

                                                                                                          Texto e foto: Thaís Corrêa